quinta-feira, 5 de agosto de 2010

A ÁGUA E O ENVELHECIMENTO

Olá, recebi esta matéria de uma amiga e achei muito interessante e muito útil.

Principalmente para quem tem um idosinho aos seus cuidados.

É importante estarmos atentos, pois nesta fase da vida as pessoas se tornam muito frágeis e qualquer descuido pode acarretar sérios problemas.

Segundo o médico Arnaldo Lichstenstein, professor do departamento de clínica médica do Hospital das Clínicas, as causas mais comuns para pessoas idosas terem confusão mental são:

1) diabetes descontrolado,

2) infecção urinária e,

3) a família passar o dia inteiro fora deixando o vovô ou a vovó sozinhos em casa.

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente os idosos, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos. Quando não tem ninguém para lembrá-los, desidratam-se com muita rapidez.

A desidratação é grave e afeta todo organismo. Pode causar confusão mental, queda de pressão, aumento dos batimentos cardíacos, angina, coma e até a morte.

O professor insiste em dizer, que ao nascermos, nosso corpo é constituído por 90% de água. Na adolescência, isso cai para 70%. Na fase adulta, para 60%. E, na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água em nosso corpo.

Isso faz parte do processo natural do envelhecimento.

Mas conforme o professor, existe um outro complicador, mesmo desidratados, os idosos não sentem vontade de tomar água, pois seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam bem.

Conclusão: idosos desidratam-se facilmente, não apenas porque têm uma reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu organismo. Então basta o dia estar quente no verão, ou sem umidade no inverno, para que fiquem desidratados.

Por isso, aqui vão dois alertas do Dr. Arnaldo

1- Vovôs e vovós tornem voluntário o hábito de beber água, e líquidos em geral. Bebam toda vez que houver uma oportunidade. Por líquido entende-se água, suco, gelatina, sopas, leite, chá, frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja... O importante é a cada duas horas mandar liquido para dentro.

2- Este alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Lembre-lhes de que isso é vital. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que não estão bebendo o suficiente e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção. É quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação. Então líquido neles e rápido para um serviço médico.

Assim teremos sempre nossos queridos avós, papais e mamães,. bem felizes


2 comentários:

  1. Bebo litros de água todo dia, mesmo sem sede. Aqui em casa seu eu tomo água, ofereço ao marido e vice versa. Não tem coisa melhor para matar sede do que água! Mas como vc bem alertou as pessoas com mais idade realmente deixam de se hidratar. Eu mesma vivia brigando para minha mãe beber água. Achei seu post de muita utilidade!

    ResponderExcluir
  2. Olá Akemi
    Que bom que voce gosta de beber água.
    Eu tinha dificuldade em beber, agora me esforço a beber mesmo sem sede. Meu pai também bebe muito pouca água e já foi alertado pelo médico, de possíveis problemas nos rins. Por isso é bom mesmo ficar atento.

    Um beijo

    ResponderExcluir

Olá, obrigada por vir visitar-me, sinta-se à vontade e volte quando quiser.
Deixe aqui seu recadinho.
Vou ficar muito feliz.
Beijos